Estratégia e Vantagens Competitivas

Vantagens Competitivas

A Equatorial Energia possui as seguintes vantagens competitivas:

Potencial de Crescimento Significativo. A Equatorial tem como estratégia expandir a sua atuação pela aquisição do controle, independente ou compartilhado, de empresas do setor elétrico, com foco nos segmentos de distribuição e geração. O mercado alvo da Companhia abrange todo o território nacional e da América Latina.

Solidez Financeira. Em 31 de dezembro de 2015, a dívida líquida consolidada total da Companhia era de R$ 1.647 milhões (proporcionalmente à participação nas controladas), com um prazo médio de 6 anos. O índice de alavancagem da Equatorial Energia, medido pela relação entre a dívida líquida e o EBITDA era de 1,4 vezes naquela data, sendo mais um indicativo da capacidade financeira da Companhia, fator diferencial para a continuidade do processo de investimento e crescimento futuro.

Administração profissional, com experiência em reestruturações financeiras e operacionais. A Equatorial Energia conta com profissionais capacitados e com experiências complementares para executar sua estratégia de crescimento via consolidação e aumento de rentabilidade por meio de reestruturação. Na área financeira, a Companhia conta com profissionais com larga experiência em fusões, aquisições e reestruturações financeiras, com mais de 10 anos de atuação nos segmentos de finanças corporativas e private equity. Na área operacional, a Equatorial Energia tem profissionais com experiência no setor, que participaram de reestruturações operacionais em outras concessionárias privatizadas, tendo atingido importantes ganhos de eficiência e de rentabilidade.

Cultura e Modelo de Gestão Voltados para Resultados. A Equatorial Energia possui uma cultura corporativa voltada para resultados, sólidos valores e metas objetivas. O seu modelo de gestão tem como objetivo proporcionar eficiência operacional e rentabilidade. Esse modelo é baseado em um forte controle orçamentário, na disciplina financeira, na atração e retenção de profissionais qualificados, no estabelecimento de metas individuais, na atualização tecnológica e na remuneração variável para alinhamento de interesses entre acionistas, administradores, colaboradores e prestadores de serviços.

A Experiência e a Solidez dos Administradores. O Conselho de Administração da Equatorial Energia possui profissionais com larga experiência na gestão de ativos do setor elétrico e diversos outros setores da economia, como o mercado financeiro, consultoria, construção civil, varejo, dentre outros. A Diretoria é composta por profissionais altamente capacitados, com larga experiência na gestão (estando todos na companhia pelo menos desde 2008) e alinhados com as melhores práticas em governança no mercado nacional e internacional.

Comprometimento com as Melhores Práticas de Governança Corporativa. A Equatorial Energia adota as práticas diferenciadas de governança corporativa do Novo Mercado da Bovespa, garantindo a seus acionistas direitos complementares àqueles previstos na Lei das Sociedades por Ações e demais regras aplicáveis às sociedades por ações e ao mercado de capitais.

Estratégia

Consolidação de Distribuidoras de Energia no Brasil e na América Latina. A estratégia principal da Equatorial Energia consiste em expandir sua atuação nos segmentos de distribuição e geração de energia no Brasil e na América Latina, por meio da aquisição do controle, independente ou compartilhado, de empresas do setor elétrico.

Aumento de Eficiência Operacional e Redução de Perdas Comerciais nas Operações da Equatorial Energia. Nos últimos cinco anos, a Companhia obteve ganhos de produtividade expressivos na CEMAR. O grau de eficiência medido pelo número de consumidores por empregado melhorou de 748 em 2003 para 1.895 em 2015. Esses resultados foram obtidos concomitantemente a uma sensível melhora de serviços da Equatorial Energia com a redução de 72,3% e 70,2% na freqüência anual média de interrupções por consumidor (FEC) e na duração anual média em horas de interrupções por consumidor (DEC) para o mesmo período, respectivamente desde 2003. O nível de perdas comerciais da CEMAR foi reduzido de 28,7% ao final de 2007 para 17,6% ao final de 2015. A estratégia da Equatorial é replicar essa melhoria na eficiência operacional observada na CEMAR em outras distribuidoras que venham a ser adquiridas pela Companhia, em especial, no caso da CELPA, adquirida em novembro de 2012.

Avaliação Seletiva de Alternativas de Investimentos em Geração de Energia. Segundo estudo da Tendências Consultoria Integrada, realizado com o apoio da Câmara Brasileira de Investidores em Energia Elétrica (CBIEE), serão necessários, nos próximos 10 anos, investimentos anuais de R$20 bilhões no setor elétrico brasileiro, sendo R$13,6 bilhões em geração de energia. Nesse cenário, a Equatorial Energia poderá realizar investimentos seletivos em ativos de geração de energia, em desenvolvimento ou já em operação, que ofereçam preço e rentabilidade atraentes.